Desde a primeira edição, lançada em 2010, o Infrascope é usado como uma das principais referências globais para análise comparada do ambiente político, econômico e regulatório para PPPs nos países.

Nesta semana, no PPP Americas realizado na Costa Rica, foi lançado o Infrascope 2017, um estudo da The Economist Intelligence Unit, comissionado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e cujo conteúdo sobre o Brasil foi desenvolvido pela Radar PPP.

Na avaliação geral, o Brasil ficou na 3ª posição no ranking dos 19 países avaliados quanto nível de qualidade do framework institucional do país para recepção de investimentos privados em infraestrutura pública. Chile e Colômbia ocupam as primeiras posições.

Você pode acessar o documento clicando aqui e o site do Infrascope em http://infrascope.eiu.com.

A Radar PPP e a The Economist Intelligence Unit agradecem ao Hamilton Amadeo (Presidente da AEGEA), José Carlos Martins (Presidente da CBIC), Maurício Bahr (Presidente da Engie) e Renato Vale (Presidente da CCR), que contribuíram para esse trabalho.