Em parceria com o Insper e a Católica-Lisbon School of Business & Economics, a Radar PPP realizará, na próxima semana, o curso “Investimentos em Parcerias Público-Privadas“.

O curso é destinado a empreendedores, investidores, financiadores, consultores e executivos do setor privado e também a gestores públicos com interesse em conhecer as nuances da estruturação e gestão dos contratos de PPP.

O corpo docente é composto por profissionais acostumados a lidar com os desafios do “mundo real das PPPs” e trajetória de décadas estudando, estruturando e gerindo contratos.

Em um dos momentos mais aguardados do curso, será realizada uma mesa redonda com acionistas e executivos de concessionárias de PPP no Brasil. Já confirmaram presença Augusto Beber (Presidente da SPE da PPP da Rota das Fronteiras), Ermínio Casadei (Gestor do Contrato de PPP da Linha 4 do Metrô de São Paulo), Fernando Pereira (Presidente da SPE da PPP do Diagnóstico por Imagem da Bahia), Hugo Nery (Diretor Comercial da Marquise, acionista das PPPs de Resíduos Sólidos de Osasco e Taubaté), Mario Marcondes (Presidente do Conselho da Urbeluz, acionista das PPPs de iluminação de São João do Meriti e Caraguatatuba), Philippe Enaud (Presidente da Vivante, acionista das PPPs do Hospital do Subúrbio, do Barreiro e do Metropolitano de Fortaleza) e Wanderley Galhiego (Gerente da Socicam, acionista das PPPs do Aeroporto de Juiz de Fora e do Faça Fácil). O diretor da SP Negócios, Marco Aurélio Barcelos, também estará presente neste encontro.

O Brasil já consolidou conhecimento sobre PPP. Afinal, conforme a base de dados da Radar PPP, existem cadastrados mais de 700 projetos que oferecem lições sobre o que funciona e o que não funciona. Neste sentido, este curso preenche uma importante lacuna no mercado, oferecendo aos participantes a visão prática dos aprendizados brasileiros. Esperamos, desta forma, proporcionar aos membros do setor público e privado as melhores ferramentas para que as PPPs possam ser utilizadas como instrumento de aumento do investimento e melhoria da qualidade dos serviços, contribuindo, assim, para a superação da crise pela qual passa o país.” – afirma Marcos Siqueira, sócio da Radar PPP e um dos professores do curso.

O Presidente do Insper, Marcos Lisboa, defende que “as Parcerias Público-Privadas são um exemplo de modalidade alternativa de contratação e podem ser bastante adequadas num cenário de forte restrição fiscal e em que o país clama por maior eficiência na construção e operação de serviços de utilidade pública”.

Para saber mais sobre o curso, clique aqui.

Faltam poucas vagas. Para fazer a sua inscrição, procure o NOCAN — Núcleo de Orientação ao Candidato do Insper ligando para (11) 4504 2400 ou escrevendo um e-mail para candidato@insper.edu.br.